2008/05/20

Are we smart?

Será que já percebemos que podemos fazer a diferença? Será que apesar de toda a democratização no acesso à informação e de todas as tecnologias em rede de que dispomos, conseguimos perceber que podemos provocar mudanças com impacto económico?

A ideia é estupidamente simples, e não foi minha ;-) But... só funciona se as massas se mobilizarem! Esta diz respeito à subida dos preços de combustivel e de como se pode exercer impacto real, junto das principais gasolineiras, com vista a fazer descer os preços.

Deixar de meter gasolina não é solução. Como todos sabemos, nomeadamente a que diz respeito aos transportes, depende do consumo de gasolina e afins. No entanto, podemos é fazer boicote a uma ou duas das maiores gasolineiras.

Por exemplo, se todos deixarmos de ir à B P e passarmos a utilizar as restantes existentes no mercado, ao fim de pouco tempo esse distribuidor ver-se-á obrigado a fazer «algo» para voltar a atrair clientes. Tipo, descer os preços!

Será que somos stupid mobs?


6 comments:

  1. Será que somos stupid mobs?

    short answer: sim

    ReplyDelete
  2. concordo com o vd. se não fôssemos stupid-mobs, não tínhamos (humanidade no geral, portugal em particular) chegado ao cúmulo em que dependemos tanto dum bem cuja produção foge completamente do nosso alcance!

    ReplyDelete
  3. Outra coisa que deviamos fazer é partilhar os nossos carros com outros automobilistas de forma a pouparmos combustível.

    e VD tem razão

    ReplyDelete
  4. Sim, somos stupid mobs.

    Fazemos chain-letters fúteis e transformamo-las em versão blog, penalizando apenas os comerciantes do franchising, e não o verdadeiro culpado em Portugal que é a GALP, detentora do monopólio das refinarias em Portugal.

    Já agora, o preço da gasolina é normalmente afectado pela procura e oferta de gasolina e não pelo aumento do barril de petróleo.

    Isto porque refinarias não se podem abrir sem mais nem menos devido a questões do foro ambiental, mas carros esses cada vez há mais...

    ReplyDelete
  5. Rui, já agora eu não falei em aumento do preço do petróleo.

    Claro que o "preço da gasolina é normalmente afectado pela procura e oferta de gasolina" e é por isso que esta ideia «estupidamente simples» resulta(ria)!

    ReplyDelete
  6. Nuno Saraiva20/5/08 23:02

    Por exemplo, se todos deixarmos de ir à B P e passarmos a utilizar as restantes existentes no mercado, ao fim de pouco tempo esse distribuidor ver-se-á obrigado a fazer «algo» para voltar a atrair clientes. Tipo, descer os preços!

    Ou tipo, descontinuar o negócio em Portugal, como a Shell...

    ReplyDelete