2005/10/06

Rescaldo do encontro do Planeta*

Quando o que havia a dizer já deve ter sido dito por quem esteve presente no encontro de ontem do P*, é tempo para o meu rescaldo habitual, de eventos em que vou participando [acho que algumas pessoas no meu local de trabalho já esperam que o faça ;-)]

Este foi o 2º encontro em que participei, totalmente planeado via web (organizado pelos mentores do Planeta*, o Vitor Domingos e o Mário Valente, destinado aos autores dos blogs por estes agregados e com recurso a uma lista de distribuição). O primeiro encontro em que participei, organizado através de um blog e destinado a bloggers, ou pessoas interessadas na temática, foi (em tempos que já parecem longínquos) organizado pelo Crítico, e teve lugar na magnífica Sociedade de Geografia de Lisboa.
Nessa encontro (2003) as grandes questões prendiam-se com as audiências, o anonimato dos autores dos blogs e o jornalismo (e jornalistas) olhados através dos blogs. Falei na altura sobre a potencialidade da utilização dos blogs como ferramenta no contexto das organizações (... e senti-me um verdadeiro bicho a querer fugir para outro lado qualquer. O que fiz! Recolhendo-me ao já então criado, B2OB, longe das polémicas da altura).

No encontro que teve lugar ontem, na Universidade Católica, passados cerca de 2 anos do encontro informal de blogs, o que encontrei foram pessoas para quem os blogs já são parte integrante da sua actividade diária. Não existiu necessidade de justificar as utilizações que se podem dar a esta ferramenta nem foi necessário discutir a legitimidade de cada blog. Todos os presentes tinham o blog como assumido, da mesma forma que ninguém se questiona pelas utilizações que se podem dar ao telefone ou que se faz com ele.

As conversas que se seguiram, entre o pretexto que nos foi dado para nos apresentarmos e as Lightning Talks, foram fluídas e potenciaram a troca, livre e sem constrangimentos, do que move um grupo heterogéneo de pessoas (vd. lista de bloggers), cujo denominador comum será o seu interesse em ciência, tecnologia e informação.

Dos vários temas abordados, o software aberto foi pano de fundo para comunidades de desenvolvimento, para a integração de projectos em contexto organizacional, para aplicações que podem permitir salvar informação (para evitar danos causados por isto), para gerir comunicações... e para integrar multiplas linguagens num só interface que as permita manusear (modelar, se quiserem) de forma mais amigável e com maior controlo. Mas o melhor mesmo, é verem as apresentações que tiveram lugar.

Apesar de o almoço não ter corrido como esperado (cerca de 1 hora num restaurante do Jardim Zoológico, sem que tivéssemos conseguido vislumbrar comida, e finalmente, pese a nossa falta de imaginação, almoçámos, já por volta das 3, num restaurante do Columbófilo), deu-nos oportunidade de cruzar conversas e de conhecer um pouco mais das pessoas por trás dos blogs.

Quanto à utilização de blogs no contexto organizacional, entre os presentes, apenas mais uma pessoa referiu que o fazia.

As questões relacionadas com Mudança Organizacional, continuam a ser motivo para grandes gargalhadas (não provocassem elas tantos desafios adicionais a quem as pretende executar), mais conhecidas por resistência à mudança, ou o desconcertante «mas isto sempre se fez assim!».

Gostava de ter conhecido a Catarina e a Ligia e que elas tivessem estado presentes, mas parece que os blogs ainda não nos permitem desintegrar e reaparecer noutro local (sem custos com transportes ;-)

1 comment:

  1. :) realmente para pena minha não foi desta que conheci mais gente por detrás dos nomes do P*.
    Alguém sugeriu mais "descentralizado" :P em Londres acho ;)
    Oportunidades virão e este encontro foi o 1º mas de certo não ficará por aqui, pelo que já vi já se fala em Dezembro.
    Mas parabéns pela iniciativa ter ido para a frente, e sempre ter havido quem perdesse a vergonha de falar :D

    L./

    ReplyDelete