2003/11/28

Identidades...

Questiono-me (e questionaram-me) se o facto de continuar anónima não poderá inviabilizar alguns contactos. Sabendo que um dos princípios que rege a pesquisa de informação online, é a necessidade de verificar a credibilidade das fontes, o «Quem?», no meu Blog estou à partida a inviabilizar essa construção.

Desde o início, tive a preocupação de citar as fontes de informação que nele eram colocadas com a menção do nome do autor/organismo, o título do trabalho e, sempre que possível, o hiperlink para o conteúdo, sem nunca permitir que, os que eventualmente por aqui passassem, pudessem verificar quem é a pessoa por trás do B2OB, o que a move, se tem intuitos comerciais, em que contexto trabalha, etc...

No início, estas questões não se colocavam. A criação do B2OB, era apenas uma forma de explorar o potencial desta ferramenta num contexto Organizacional e, entendido desta forma, como auto-aprendizagem necessária por forma a compreender o seu potencial num contexto deste tipo (aprender fazendo).

Agora, embora a aprendizagem continue – um Blog é sempre um work in progress e quando deixa de ser, morre – outras questões se começaram a colocar através do contacto com outras pessoas (umas mediadas por computador outras não). Da vontade de enriquecer a abordagem através da interacção com outras pessoas surge a necessidade de facultar dados que permitam identificar os indivíduos e onde «eu» também me incluo.

Posto isto, e pesando todos os argumentos (a favor e contra), em que o grande peso era o institucional, este «eu» é um pouco disto, disto, e de muitas outras coisas :-)

No comments:

Post a Comment